Para ser referência em educação é fundamental ter um ótimo projeto pedagógico, uma boa gestão e ótimos professores. Porém, é necessário ir além do básico para posicionar uma instituição de ensino como referência no mercado – independente qual seja o nicho: do ensino básico ao superior, cursos preparatórios, profissionalizantes, de atualização ou língua estrangeira.

Para uma escola ser conhecida como referência em educação não basta ter um ensino de qualidade, mas ter diferenciais e principalmente mostrar essa excelência ao mundo. Afinal, se a instituição tem tudo para ser referência, mas ninguém a conhece, ainda falta um passo importante para essa escola obter o sucesso que deveria, não é mesmo?!

Posicionar a sua marca como um modelo no meio educacional a tornará concorrida e desejada. Colaboradores e alunos terão orgulho de fazer parte dela.

Se você é um profissional que trabalha em uma escola ou faculdade e quer descobrir quais diferenciais podem tornar a instituição referência em educação, confira as próximas dicas.

 

Tenha o propósito da instituição de ensino bem definido

Sua marca tem um propósito? O que há de tão precioso nela para que seja referência em educação? E não basta saber que o seu negócio é ensinar. O propósito é a essência, o porquê, a principal razão da empresa existir e é uma das definições mais importantes a estabelecer para avançar e se diferenciar.

O propósito guia a identidade de uma marca, sua missão, seus valores e é fundamental para auxiliar a equipe a alcançar os objetivos da empresas. Simon Sinek, autor e especialista em liderança, deu uma palestra no TED sobre propósito que ficou muito conhecida no mundo todo. E para auxiliar gestores a encontrar o verdadeiro propósito dos seus negócios, Simon criou a técnica do Golden Circle.

 

referência em educação

círculo de Ouro

O que a empresa faz?

Essa é a parte mais fácil do Golden Circle, pois todos sabem o que o seu negócio entrega. No caso de escolas e faculdades é ensinar, promover o aprendizado ou capacitar pessoas, por exemplo.

Como faz?

Podemos dizer que essa é uma pergunta mediana. Algumas organizações possuem bons processos bem definidos, outras não. E acreditamos que essa é uma etapa em que a sua empresa pode se diferenciar adotando maneiras inovadoras de executar o ensino, falaremos mais disso num próximo tópico.

Por que faz?

Essa é a pergunta de ouro! Poucas organizações definem a razão verdadeira pela qual trabalham. Vale ressaltar que lucro, por mais que seja o objetivo e necessidade de todos, não entra na resposta do motivo pelo qual sua marca faz o que faz, ok?!

Trabalhar somente pelo dinheiro não dá bons resultados a longo prazo, sua empresa precisa de um motivo verdadeiro que faça diferença para a sociedade. É necessário perguntar: qual a relevância que a instituição tem? Se ela parar de existir hoje, qual a falta que fará no mundo? Você deseja que a escola seja referência na educação, mas por quê?

Simon aponta que a maioria das empresa se comunica e age de fora para dentro do círculo, ou seja, focam primeiro – ou somente – no que fazem. Porém, dizer que você tem o melhor serviço não é mais suficiente para atrair clientes. O especialista destaca que não basta mais se vender como o melhor, pois as pessoas compactuam com o porquê a instituição faz o que faz.

É preciso começar a trabalhar com o processo inverso do Golden Circle: de dentro para fora, do “porquê” para “o quê”. O motivo pelo qual sua empresa existe deve guiar os processos e o que você faz.

Por exemplo, se o propósito de uma faculdade é “formar profissionais que se destaquem no mercado de trabalho”, é isso que influencia seus procedimentos de ensino e a educação que vende.

Ter um propósito permite que colaboradores e alunos se orgulhem de fazer parte dessa causa, de trabalhar e estudar por uma razão que faz a diferença na vida de pessoas. Com o propósito definido, a equipe fica mais motivada e preparada para tomar decisões que apontem para os objetivos da organização.

Por mais que este conteúdo sobre propósito pareça – e até seja – de cunho motivacional, temos provas que funciona. Por exemplo, um estudo de Harvard apontou que compartilhamento de crenças da empresa faz com que os funcionários entreguem melhor desempenho no trabalho, que os clientes confiem mais na instituição e a marca tenha autenticidade na mente do público.

Agora que você com certeza tem noção sobre a importância de um motivo para a empresa existir:

  1. Estabeleça um propósito para a instituição de ensino;
  2. Compartilhe com os colaboradores;
  3. Baseie as ações internas e externas nesse propósito.

 

Encontre diferenciais

Saíndo do raciocínio do Golden Circle, mas ainda no pensamento que sua marca precisa se diferenciar para ser referência na educação, é preciso buscar o que ela pode apresentar de exclusivo a ponto de ser um destaque perante a concorrência.

É o modo como a marca acredita nos alunos? A maneira como permite que cada estudante adote o método de aprendizado que mais lhe convém? Os materiais exclusivos que a escola oferece? Enfim, há infinitas possibilidades de se tornar uma escola exclusiva. Olhe para o seu propósito e estude novas formas de fazê-lo acontecer.

 

Mostre a instituição de ensino ao mundo

Ter um ensino de qualidade é primordial. Porém, se a instituição não estiver bem posicionada no mercado, não é possível se tornar uma verdadeira referência. Por isso, “se mostre ao mundo” ou, no mínimo, faça o público-alvo conhecer a marca.

 

Estabeleça uma conexão com o público externo

Criar laços com os clientes em potenciais e a sociedade em geral é uma oportunidade de mostrar o potencial da instituição, além de torná-la mais conhecida e fixar uma imagem positiva na mente do cliente-alvo.

É possível promover ações sociais, eventos abertos ao público, disponibilizar conteúdo gratuito que atraia as pessoas (técnica do marketing de conteúdo), entre outras táticas.

 

Alinhe a comunicação com o propósito da instituição

Os diversos formatos de comunicação com o público interno e externo influencia como a instituição é vista pelas pessoas. Por isso, é importante que todas as áreas da empresa estejam alinhadas com seu propósito e objetivos.

 

Encontre as estratégias certas para a sua instituição de ensino

Há questões básicas como uma identidade visual que esteja de acordo com sua marca e o que você deseja transmitir, além de um site com layout e conteúdo que comunique a credibilidade da instituição. Porém, há outras estratégias que auxiliam sua empresa a se tornar referência em educação, como o Inbound Marketing que gera autoridade para a marca e atrai consumidores por meio de canais online como site, mídias sociais, materiais para download, plataformas de anúncios, entre outros.

Para entender mais sobre as estratégias que citamos e avançar com os resultados da sua instituição, confira nossos conteúdos. Além disso, também achamos que você gostará de ler e baixar:

referência em educação

Checklist de Marketing de Conteúdo

Se alguma dessas dicas te ajudou a ter novas ideias, nos conte agora mesmo nos comentários! Vamos amar receber uma mensagem sua! ♥

Vamos amar receber uma mensagem sua!