Dizem que a primeira impressão é a que fica, não é mesmo?  Como tem sido a primeira impressão da sua marca? O Design da marca sem dúvida tem um enorme papel nisso, mas ele é parte de algo maior. Vem com a gente para saber como criar uma marca forte para a sua empresa?

 

O que é marca?

 

Antes pensar em como criar uma marca, vamos esclarecer o que é marca. A marca gráfica, também conhecida como logo, logotipo, e até mesmo logomarca, tenta sintetizar graficamente os aspectos mais importantes que fazem parte da sua promessa de marca.

Toda ação da sua empresa, inclusive a criação de uma marca, deve ser pensada estrategicamente para que esteja sempre alinhada aos seus propósitos, a sua promessa de valor. Se você ainda não sabe o que é promessa de valor, leia a nossa matéria especial aqui.

Sua marca gráfica precisa identificar e diferenciar o seu negócio dos demais. Acredite, é mais que um simples desenho com o nome da sua empresa, é algo que precisa ser muito bem pensado e elaborado para transmitir e representar a essência do seu negócio.

Se você algum dia procurou saber sobre marca, já deve ter se deparado com o termo “Branding”. Este termo refere-se ao processo de criar e gerenciar uma marca que permita ao público identificar quais são suas promessas e entregas, como ela se comunica e quem ela representa..

A partir das estratégias de branding, nós separamos três dicas sobre como criar uma marca forte para sua empresa.

3 dicas para a criar uma marca forte

1 – Busque definir bem os elementos conceituais

Se você já sabe a sua proposta de valor, e define isso junto dos conceitos que pretende transmitir em sua empresa, fica mais fácil de desenvolver a sua marca. Estas informações devem ser coerentes com os elementos gráficos desenhados para representá-la.

Um exemplo bem conhecido é o símbolo da Nike. Ao contrário do que possa se pensar, ela não é um sinal de correto ou de “check”! Ele é uma representação da asa da deusa Nike, a deusa grega da Vitória.

É sempre importante ressaltar que não importa o tamanho da sua empresa, sua marca deve declarar graficamente o seu valor e seu propósito.

 

2 – Mantenha o foco na originalidade

Definidos os seus conceitos e valores, chegamos na fase da coleta de informações para a criação dos elementos gráficos. Para isso, é necessário ir em busca de inspiração, de imagens ou elementos que possam auxiliar no desenvolvimento da sua marca.

Lembre-se que sua marca não pode ser muito parecida com outras marcas já existentes no mercado. Você precisa ser original! E para isso, é necessário demonstrar graficamente a verdadeira essência do seu negócio.

 

3-  Atente-se ao sistema de identidade visual

O visual da sua marca e a potencialidade dela não terminam na criação gráfica – este é apenas o início de todo o sistema de identidade visual. Por isso, ao iniciar o desenvolvimento de uma marca, é necessário pensar simultaneamente nas possibilidades de desdobramentos desta criação.
De forma geral, a marca precisa ter elementos que possam ser utilizados em diferentes modos (chamamos isso de tipos de aplicações), como em cartões de visitas, flyers, folders, sites, uniformes, plotagem de veículos, fachadas, aplicativos,entre outras possibilidades. Por isso, cores, formas, conceitos e estruturas da marca devem ser muito bem planejadas tendo em vista estes diferentes tipos de usos.  

 

A partir destes três critérios é possível desenvolver uma marca coerente com o propósito da empresa e que carregue com ela seus valores e conceitos. Assim, ela certamente se destacará de qualquer outra marca no mercado.

Você consegue se lembrar de marcas de sucesso que conseguem transmitir seus valores e gerar rápida identificação?

 

Está em busca de mais informações sobre a criação da sua marca? Fale com o Inovatório! Estamos prontos para te ajudar e tirar todas as suas dúvidas.