Entenda porque a metodologia Lean Startup é essencial para pequenas empresas

Ao longo dos últimos anos nos deparamos com muitos empreendedores que desperdiçaram quantias enormes de dinheiro e tempo por não conhecerem a metodologia Lean Startup.

 

Conversamos com empreendedores começando suas empresas ou desejando se reposicionar, e estes haviam trabalhado por meses para lançar seus produtos ou serviços e, só depois de tudo pronto, recebiam o feedback do cliente e percebiam que tinham errado a mão, ou seja: tempo perdido. Corrigir neste ponto é caro, cansativo e extremamente frustrante para todos os envolvidos!

Ficou curioso para entender como o Lean Startup pode te ajudar a economizar e desenvolver produtos e serviços muito mais rápido e com mais sucesso? Então vem com a gente!

 

O que é Lean Startup?

A origem do conceito vem primeiro de Lean ou “enxuto” um termo já utilizado para gestão e que envolve a identificação e a eliminação de desperdício. O conceito Lean Startup foi criado pelo americano Eric Ries.

Baseado nessa ideia das indústrias de evitar o desperdício de tempo, materiais e recursos, buscando a melhor qualidade em menos tempo, Eric Ries estudou e combinou algumas novas ideias do marketing, gestão e tecnologia e criou o Lean Startup.

Este conceito foi pensado originalmente para startups de tecnologia, mas se mostrou extremamente eficiente para qualquer empreendimento ou serviço que está nascendo. Esta é uma excelente ferramenta para você obter informações do seu mercado e validar suas premissas. Preste atenção que com certeza essa ferramenta pode ser aplicada na sua empresa!

 

A metodologia Lean Startup

A metodologia da Lean Startup é explicada de maneira muito simples, em 3 letras: MVP, que vem do inglês Minimum Viable Product. Mas o que isso significa? Vamos entender cada uma dessas palavras:

Minimum: representa o menor tamanho que possa ser entregue no menor tempo possível.

Viable: significa uma proposição de valor importante para seu principal cliente adotar o seu produto, se possível gerando receita.

Product: representa as funcionalidades que demonstrem o produto como coeso e útil.

Sua empresa precisa ter essas 3 palavras bem claras para ter sucesso!

É necessário integrar esses 3 conceitos “Mínimo” juntamente de “Produto” e igualmente com “Viável” e para isso é preciso se esforçar para que todos tenham medidas iguais. O grande erro cometido pela maioria das empresas é focar apenas no “Mínimo” menor tamanho e menor preço, tentando sempre lucrar mais. Atenção, isso é furada!

Você precisa de algo que o seu cliente dê valor, sim, usando o menor número de recursos no menor tempo possível, mas que seja realmente um produto e não somente uma lista de funcionalidades que está disponível para o uso. Entendeu a diferença?

Perceba que, você precisa definir esses conceitos olhando para dentro da sua empresa. Se seu empreendimento ainda não tem bem definido a proposta de valor e quem são os clientes não adianta tentar aplicar o MVP.

Como posso aplicar o Lean Startup?

  1. Conheça o mercado

Sim, é fundamental que antes de começar a aplicar o MVP você tenha claro o perfil ideal do seu cliente, o contexto em que a sua empresa está inserida, quais são os seus concorrentes e o que eles estão oferecendo. Quanto mais informações e mais claro esses dados estiverem para você, melhor será o seu resultado.

  1. Formule hipóteses

Com o seu público bem definido e com um panorama completo do mercado, você já pode começar a fazer hipóteses para validar com o seu MVP. Hipóteses são crenças que você tem sobre como o futuro cliente/usuário usará seu produto ou serviço, ou seja: você tem que testar suas hipóteses para saber se elas estão alinhadas com a realidade, ou se são apenas coisas da sua cabeça. Uma dica é pensar em o que você quer aprender com o seu MVP.

  1. Defina indicadores e métricas

A partir de todos os dados coletados sobre mercado e público, comece a definir quais indicadores e métricas você pretende utilizar para avaliar o seu desempenho do MVP durante a interação com o público. Você precisa ter dados para saber se está indo na direção certa ou não, assim pode direcionar seus esforços para o lugar certo.

  1.  Mantenha o foco

Você precisa saber que não é fácil construir um MVP. Para isso é necessário muito esforço, dedicação, várias tentativas, medições e protótipos sempre testados junto a vários usuários. Por isto, mantenha sempre o foco e não pule nenhuma das etapas, pois aí sua empresa terá uma vida de sucesso.

 

Gostou de conhecer a metodologia Lean Startup?

Se quiser ir a fundo busque mais informações no livro que originou essa ferramenta:  A Startup Enxuta – Eric Ries

Agência de inbound marketing: o que esperar na hora da contratação
  Saiba o que uma agência de inbound marketing oferece e entenda os pontos principais para a entrega dos melhores…
Saiba mais
Uma marca se torna uma lovemark quando envolve o consumidor a ponto dele se tornar um cliente fiel, apaixonado e…
Saiba mais
  Dizem que a primeira impressão é a que fica, não é mesmo?  Como tem sido a primeira impressão da…
Saiba mais